• Colaboradores

Basílica de Aparecida comemorou 40 anos de sagração

Templo foi abençoado e “inaugurado” pelo Papa João Paulo II, durante missa em 1980


Por Victor Hugo Barros

Foto:CDM

O Santuário Nacional comemorou, no último sábado (4), 40 anos de sua sagração e da recepção do título de Basílica. O templo, maior do mundo dedicado à Virgem Maria, teve seu altar abençoado pelo Papa João Paulo II, hoje canonizado, no dia 4 de julho de 1980, durante a primeira visita do pontífice ao Brasil. Na oportunidade, o papa também elevou a nova igreja ao título de Basílica Menor.


Para marcar a data, uma missa foi rezada no Altar Central da Basílica no sábado. O local foi o mesmo em que, há 40 anos, Karol Wojtyla, nome de batismo de João Paulo II, sagrou e abençoou o templo e o altar. A cerimônia católica pode ser comparada à “inauguração” do templo religioso.


“Este templo é morada do Senhor dos senhores e Rei dos reis. Nele, tal a Rainha Ester, a Virgem Imaculada, que conquistou o coração de Deus e em quem grandes coisas fez o Onipotente, não cessará de acolher numerosos filhos e interceder por eles: Salva meu povo, eis o meu desejo”, afirmou João Paulo II em sua homilia na Terra da Padroeira.


Quem acompanhou de perto a sagração, lado a lado com o pontífice, foi o padre Antônio Agostinho Frasson. Na época o sacerdote, que possuía apenas sete anos de ordenado, foi encarregado de narrar para as emissoras que transmitiam a celebração o que acontecia dentro da Basílica.


“Eu tinha 34 anos e fui destacado para fazer a narração da sagração do Altar Central do Santuário e das colunas da Basílica para as emissoras que estavam transmitindo a Visita. Para mim, essa realidade foi marcante”, conta o religioso.

7 visualizações
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

© 2018 - Revista Vitti

Design criado por Murilo Baracho e Renata Cundari